12 de maio de 2016 by integrasul

Hacker é preso acusado de roubar fotos íntimas e extorquir mulher de Temer

Um homem foi preso nesta quarta-feira, na Zona Sul de São Paulo, acusado de invadir os arquivos do telefone celular da mulher do presidente interino Michel Temer (PMDB). Segundo a polícia, Silvonei José de Jesus Souza, 35 anos, tentava extorquir Marcela Temer, ameaçando divulgar suas fotos íntimas. O bandido teria exigido R$ 15 mil.
De acordo com o Estadão, um inquérito foi aberto há cerca de um mês. O caso estava sendo investigado pelo delegado Rodolpho Chiarelli, que havia decretado sigilo nos autos.
Segundo a polícia, Marcela abriu um e-mail com vírus que capturou os arquivos do correio eletrônico, fotos e mensagens. Com essa informações, o homem passou a exigir dinheiro para não divulgar os dados. Um primeiro pagamento foi realizado, porém, o criminoso não cumpriu com o acordo e começou a exigir ainda mais dinheiro.
A polícia passou a acompanhar as negociações para descobrir a identidade do suspeito e, na tarde desta quarta-feira, policiais montaram uma operação para pegar o acusado. A prisão ocorreu na casa do hacker, na região de São João Clímaco. Em 2012, Silvonei foi processado por estelionato, mas acabou sendo absolvido em março de 2013.
Segundo o advogado do hacker, Valter Bittencourt, esse caso deve ser tratado como estelionato.
— Ele não sabia que era a Marcela. Não ameaçou em nenhum momento — afirmou Valter à Folha de São Paulo.
O advogado nega que Silvonei tenha cometido outros crimes virtuais.
— Ele nunca se meteu com isso, apenas viu uma oportunidade de ganhar dinheiro fácil e não percebeu que era a mulher de um homem importante — explica o defensor.

Fonte: diariogaucho.clicrbs.com.br

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *