WhatsApp clonado: Como evitar?

Certamente você já ouviu falar ou conhece alguém que teve o WhatsApp clonado. O motivo para que essa invasão aconteça com tanta frequência se deve a enorme quantidade de dados armazenados no aplicativo. 

Com o aumento gradativo do número de usuários no WhatsApp, a atividade de hackers também é cada vez mais direcionada ao aplicativo. 

Além disso, muitos usuários não seguem as recomendações de segurança indicadas no próprio WhatsApp, fazendo com que o canal se torne mais suscetível a ataques.

Leia também: Não se preocupe com a API do Docker, ninguém vai mexer nela

Sabendo disso, vamos mostrar a seguir como evitar que o seu WhatsApp seja clonado e dicas de segurança que você deve adotar.

Continue lendo para conferir!

Como evitar que o WhatsApp seja clonado

Hoje, o WhatsApp é um dos aplicativos com mais downloads no mundo. Segundo o levantamento feito pela própria companhia, mais de 2 bilhões de pessoas utilizam o WhatsApp em, aproximadamente, 180 países do mundo. 

Embora a ferramenta forneça rapidez e praticidade para se comunicar com outros usuários, ela também oferece riscos à segurança de dados. 

Logo, é essencial seguir as boas práticas de segurança para evitar que seu WhatsApp seja invadido ou até clonado. 

Veja agora algumas dicas para impedir que isso aconteça:  

Desconectar WhatsApp de todos os dispositivos 

Essa prática pode até parecer simples, no entanto, ela é extremamente necessária para garantir que a sua conta não seja clonada e informações pessoais sejam furtadas. 

Você pode realizar esse processo através da opção WhatsApp Web, no canto superior direito da tela – Sair de todos os computadores – Sair. 

Desse modo, você irá desfazer o acesso de pessoas que podem estar no seu WhatsApp e impedir que isso aconteça novamente, fazendo esse processo sempre que logar em um desktop.

Ativar o código de verificação de duas etapas

Outra prática muito importante para impedir que o seu WhatsApp seja invadido é ativar o código de verificação no aplicativo. 

Isto é, ao ativar esse código, você estará incluindo uma inspeção de segurança “extra” na hora de abrir o aplicativo depois de reinstalá-lo, como uma senha. 

Esse processo é recomendado, principalmente, para contas de WhatsApp onde são compartilhadas informações de clientes e fornecedores, como contas e endereços. 

Evitar clicar em links desconhecidos 

Quem nunca recebeu uma mensagem de promoção ou link suspeito?

Seja de contatos que não possuem conhecimento sobre os riscos de clonagem ou desconhecidos que tem como objetivo acessar a sua conta, a origem dessas mensagens devem ser questionadas sempre. 

Além de checar a fonte que enviou o link, é importante pesquisar sobre a mensagem que foi transmitida.

Ou seja, se você recebeu um cupom de desconto, entre em contato com a empresa e peça se ela tem conhecimento sobre isso. 

Averiguar a origem e veracidade do link que você recebe impede que o seu WhatsApp seja clonado e informações sejam furtadas. 

WhatsApp clonado: O que fazer?

Caso o seu número seja clonado, a melhor alternativa é desativar a conta.

Para fazer isso, você só precisa enviar um e-mail ao WhatsApp dizendo “Please deactivate my account” através do support@whatsapp.com. 

No assunto,  escreva WhatsApp Stolen. Aguarde a confirmação do cancelamento e espere alguns dias para instalar o aplicativo novamente.

Como garantir a segurança de dados?

A segurança de dados está cada vez mais a mercê das tecnologias, entretanto, com o avanço de aplicativos e ferramentas de comunicação, a gestão de ameaças também cresce exponencialmente. 

Utilizar softwares que detectam ameaças e impedem ataques virtuais é uma prática indispensável, ainda mais se você utiliza canais como WhatsApp para fins profissionais. 

Portanto, não deixe de conferir os serviços de gestão de ameaças e controle de informações da Integrasul. 

Há mais de 20 anos, a Integrasul provém soluções personalizadas para seus clientes e parceiros, visando a segurança de informações. 

Saiba mais sobre os sistemas da Integrasul aqui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *